fbpx

Por Everton Edvaldo

Quando Deus resolveu inspirar Moisés para que desse os primeiros passos no registro da Sua Palavra, talvez os israelitas contemporâneos de Moisés mal imaginaram que haveria tanta repercussão desse projeto tão glorioso. A partir de Moisés, a Palavra de Deus ganha a forma escrita a ponto de ser inerrante, poderosa e consoladora. Desde o Gênesis ao Apocalipse, Deus se revela ao homem e trata de lhe fornecer tudo quanto é necessário para alimentar seu espírito. Sendo assim, o alvo da Bíblia é alcançar a parte mais essencial do ser humano, isto é, alma. E é através dela que Deus se comunica conosco, revelando seu plano salvífico para o mundo.

Passemos agora a conhecer um pouco do papel desempenhado por ela ao longo dos séculos.

Um livro diferente de todos os outros.

Conforme a comunicação foi evoluindo e o paganismo também, o homem logo tratou de registrar suas descobertas, experiências e crônicas de heroísmo. No campo da religião, ídolos e deuses também ganharam espaço na literatura, arte e arquitetura da humanidade. A linguagem ficou à serviço daqueles que se rebelaram contra Deus. Não é nada difícil achar na antiguidade algum relato de guerra, catástrofe e conquistas que não tenha relação com deuses pagãos.

Entretanto, a Bíblia trafega numa direção totalmente contrária desse ritmo pagão, pois foi inspirada pelo criador do universo e da terra. É por isso que ela é um livro diferente de todos os outros. Até hoje ninguém jamais conseguiu produzir algo que chegue perto ou que mude a vida de tantas pessoas como faz a Bíblia.

É preciso ter em mente que não estamos lidando com um livro comum, mas sim com a própria Palavra de Deus.

Um guia para a caminhada do homem.

Tente imaginar alguém que precise chegar a determinado lugar mas não sabe o caminho, quais perigos encontrará e como irá enfretá-los de cabeça erguida. Certamente esse alguém irá procurar por vários caminhos que não o levaram ao destino que ele precisa chegar. Estará vulnerável aos perigos e não resistirá a eles por estar despreparado.

A Bíblia aponta um caminho para nossas vidas. Ou melhor, ela é o próprio guia do homem.

Para os judeus, Moisés é o principal responsável pela transição da transmissão da Palavra de Deus oral para escrita. Através Dele e direcionado aos Israelitas, Deus lhes dá a Torá contendo o caminho de conduta que eles deveriam seguir. Ali havia orientação cívica, ética, moral e religiosa. Toda instrução para que a benção do SENHOR não saísse das suas tendas estava ali (Lv 26.3-13; Dt 7.12-24; 11.26,27; 28.1-14).

O próprio Moisés encarava como conduta de vida aquilo que o SENHOR lhe transmitia:

“Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e os juízos que eu vos ensino, para os cumprirdes, para que vivais, e entreis, e possuais a terra que o SENHOR, Deus de vossos pais, vos dá. Nada acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que eu vos mando.” (Dt 4.1,2).

E mais:

“Eis que vos tenho ensinado estatutos e juízos, como me mandou o SENHOR, meu Deus, para que assim façais no meio da terra que passais a possuir. Guardai-os, pois, e cumpri-os, porque isto será a vossa sabedoria e o vosso entendimento perante os olhos dos povos que, ouvindo todos estes estatutos, dirão: Certamente, este grande povo é gente sábia e inteligente.” (Dt 4.5,6).

E Deus confirma:

“Cuidareis em fazerdes como vos mandou o SENHOR, vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita, nem para a esquerda. Andares em todo o caminho que vos manda o SENHOR, vosso Deus, para que vivais, bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir.” (Dt 5.32,33).

Esse princípio deveria ficar não só com aqueles que estavam ouvindo essas coisas mas deveria ser transmitido aos seus filhos. (Cf Dt 6.1-13; 6.21-25). Veja ainda Dt 11.1,2,6,11.

Não há como viver uma vida abençoada fora da Palavra de Deus. Qualquer país, família e indivíduo que despreza essas Palavras não desfrutam da verdadeira felicidade. Isso acontece porque ela é o verdadeiro caminho e quem por ela não anda está completamente sem rumo.

Altamente confiável.

A precisão bíblica a respeito de qualquer assunto é impressionante. Se você tiver alguma dúvida sobre praticar ou não alguma coisa e a Bíblia lhe desencoraja a fazê-lo, não faça. Há pessoas que mesmo com um pronunciamento claro da Bíblia sobre determinado tema, insistem em não acreditar no que está escrito. Tais pessoas esquecem que a Bíblia é a Palavra de Deus e Deus não mente.

Outras erram em confiar mais nos homens do que nela. Infelizmente, elas não reconhecem a grandeza da Bíblia. Sem dúvida, a Bíblia é o livro mais confiáveis do mundo. Devemos ter em mente que o que a ciência, o homens e os reis da terra dizem são inferiores ao que diz à Palavra de Deus. Com isso não estou desprezando a ciência, os homens e os reis da terra, nem afirmando que tudo quanto falam são mentiras. Estou apenas colocando-os no seu devido lugar. Quando se trata de autoridade e confiabilidade, nada está acima ou de igualdade com a Bíblia.

Também há quem repita o adágio popular: “A voz do povo é a voz de Deus” para dar credibilidade ao que desejam. Porém, isso é uma grande mentira, pois, a voz do  povo é a voz do povo e a voz de Deus é a voz de Deus. Metaforicamente falando, a voz do povo só será a voz de Deus quando a voz do povo estiver pautada na Palavra Dele.

Agostinho de Hipona, ilustra essa verdade com a seguinte frase:

“Senhor, por acaso não será verdadeira a tua Escritura, ditada que foi por ti, que és verdadeiro, ou melhor, que és a própria Verdade? […] E dizes, falando com voz poderosa ao ouvido do teu servo, rompendo-lhe a surdez e clamando: ‘O que a minha Escritura diz, eu digo’.” (FERREIRA, p. 89).

Fonte de vida e sabedoria.

Ao longo dos séculos, milhares de livros foram escritos falando sobre a vida e sabedoria, no entanto, é na Bíblia que podemos encontrar essas coisas plenamente. A Bíblia fala da vida aqui na terra e transcende essa esfera revelando que há algo mais após a morte: a vida eterna. Essa, nenhum homem pode dar ou comprar, porém receber. O homem está morto em delitos e pecados e caminha para uma eternidade sem Deus, isto é, a morte eterna. No entanto, a Palavra de Deus apresenta uma solução para esse quadro: Jesus Cristo. Jesus é o verbo de Deus para salvar a humanidade da morte eterna e lhe dar sentido aqui e na eternidade.

Além disso, a Bíblia é a fonte da sabedoria de Deus. Sobre a sabedoria, Deus diz: “Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria, eu sou o Entendimento, minha é a fortaleza.” (Pv 8.14). Ou seja, Deus é o dono da sabedoria, nada mais lógico que buscá-la na Palavra Dele (Pv 8.17).

Portanto caro leitor, leia a Bíblia, pratique o que ela ensina e estude-a. Você não se arrependerá ao fazer essa escolha que resultará em bençãos incríveis aqui e na eternidade. Amém!

Que Deus abençoe a todos!