fbpx

Por Everton Edvaldo

Leitura Bíblica: (2 Timóteo 4.17,18)

Introdução: Estamos diante de uma passagem onde estão as últimas palavras escritas pelo apóstolo Paulo. A última carta, foi endereçada a Timóteo, seu filho na fé. Ele a escreveu quando estava em Roma, preso em um buraco escuro e sujo; essa prisão era chamada pelos romanos de Marmetina. Nos últimos versículos, Paulo descreve como o Senhor o ajudou de várias formas. O apóstolo à beira do martírio glorifica a Jesus ao relatar tudo o que aconteceu e o que ainda iria acontecer. É muito proveitoso ver que até nos últimos instantes de vida, Paulo conseguiu através do Espírito Santo, produzir um texto encorajador e motivador para Timóteo e a todos quantos lessem. Com base na leitura Bíblica, podemos extrair cinco lições para nossas vidas!

I- VOCÊ PODE ATÉ SER ABANDONADO PELOS HOMENS, MAS DEUS ESTÁ CONTIGO: (v. 17)

  1. No final da sua jornada, Paulo foi abandonado pelos homens. Durante seu ministério o apóstolo tinha dezenas de cooperadores; estabeleceu igrejas nas principais partes do mundo de sua época. Era conhecido por muitas pessoas e certamente tinha muitos amigos. Porém, na hora que mais precisou deles, ninguém estava ali para ampará-lo. Ele disse: “só Lucas está comigo.” E mais adiante continua: “todos me abandonaram… Mas o Senhor esteve ao meu lado (BLH).”
  2. Em nossa vida não é diferente. Jesus nunca nos abandona, ainda que a nossa família ou nossos amigos nos desampare, o Senhor está conosco. Foi ele quem disse: “Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos.” (Mateus 20.28).
  3. Se você está se sentindo só, desamparado, abandonado pelas pessoas, saiba que o Senhor está contigo bem presente por onde quer que andares ou estiveres. Descansa na presença do Senhor! Em todo tempo ele está conosco, não nos deixa só nem por um instante!

II- AINDA QUE VOCÊ ESTEJA FRACO, O SENHOR É A TUA FORÇA: (v. 17)

  1. Quando escreveu esta carta, Paulo já estava velho, fraco, cansado, debilitado e cheio de fragilidades. Com mais ou menos 65 anos, o corpo do apóstolo já pedia descanso. Entretanto, quando lhe veio a fraqueza, o Senhor veio e lhe revestiu de forças.
  2. Se você se encontra debilitado pelo tempo, ou por algum outro motivo, saiba que o Senhor é a tua força. O Salmista Davi disse no Salmo 28.7: “O Senhor é a minha força e o meu escudo…” Quando vier as fraquezas desta vida, peça forças ao Senhor. A Bíblia diz em Isaías 40:29-31: “Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão, mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão.”

III- DEUS TE LIBERTOU DA BOCA DO LEÃO: (v.17)

  1. Paulo continua: “Fui libertado da boca do leão”. O leão aqui representa o diabo, inimigo de nossas almas que está ao nosso derredor, procurando alguém para tragar. No caso de Paulo, o adversário muitas vezes arquitetou projetos diabólicos para destruí-lo, porém o Senhor o libertou de todos eles. Cadeias foram quebradas para que as boas novas fossem anunciadas e o nome do Senhor glorificado.
  2. Ainda hoje, Deus tem libertado o seu povo da boca do leão. Todos os dias, cadeias infernais são quebradas na vida do crente que serve a Jesus. O leão quando ataca, prende sua presa, sem lhe deixar opção alguma para fugir. Porém, quando o leão da tribo de Judá chega, todo empecilho que estiver na frente é retirado.

IV – O SENHOR TE LIVRARÁ DE TODA OBRA MALIGNA: (v.18)

  1. Varias vezes Paulo foi perseguido, preso e até injustiçado, contudo o Senhor também o livrou das obras malignas. Por vezes foi preso, açoitado, passou por perigos de morte, levou 195 chibatadas dos judeus, foi fustigado com varas, três vezes; enfrentou naufrágios, sobreviveu aos apedrejamentos, desertos, salteadores, gentios, mar, falsos irmãos, frio, nudez, fome, sede, trabalhos e etc. (2 Coríntio 11. 23-27).
  2. Com isso, aprendemos que o nosso Deus é especialista em livrar o seu povo das obras malignas.  Ainda que venhamos passar por perseguição ou martírio, o nome do Senhor será glorificado. As obras malignas nunca prevalecerão contra a igreja de Cristo. Jesus nos garantiu isso quando disse: “(…) edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” (Mateus 16.18).

V- JESUS TE CONDUZIRÁ A SALVO PARA O REINO CELESTIAL: (v.18)

  1. Paulo conclui dizendo: “… e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, a glória pelos séculos dos séculos. Amém!”
  2. Certamente ele sabia que iria morrer pouco tempo depois de dizer essas palavras. Daí ele escreve que o Senhor o levaria a salvo para o Reino Celestial. O termo grego usado aqui é sōdzōque significa: salvar, guardar, livrar, preservar a salvo do perigo.
  3. O que Paulo quis dizer com essas palavras? A resposta é que, o mesmo Deus que guardou ele na terra (esfera terrena), também o levaria a salvo, para o céu (esfera celestial). O próprio Jesus iria conduzi-lo ao Reino Celestial. Isso nos dá total segurança em Cristo.
  4. Nós crentes, não devemos temer às dificuldades ou adversidades da vida terrena, pois estamos em Cristo, e Cristo em nós. Podemos crer nessa promessa, e ficar seguros nela, assim como Paulo que mesmo sabendo que seria morto, podia descansar nas palavras de Jesus: “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma…” (Mateus 10.28).
  5. É interessante destacar que pouco depois de ter escrito esta carta, Paulo foi conduzido pelas ruas de Roma, sua roupa foi tirada pelos soldados, o amarraram nu em um toco, e lhe açoitaram com força. Depois disso, de joelhos, colocaram seu pescoço sobre uma guilhotina. E assim teve sua cabeça arrancada do corpo pela lâmina, fazendo-o morrer. O maior líder do Cristianismo (depois de Jesus) morreu de joelhos.

Conclusão: Por fim, quero deixar uma palavra de fé e encorajamento. Que você venha ficar tranquilo diante de Deus, pois o mesmo Jesus que esteve com Paulo até os últimos suspiros de vida, está contigo, para te libertar dos grilhões espirituais e te livrar das más obras. O Senhor te conduzirá em paz e em segurança para o seu reino celestial, e então poderá dizer como Paulo: “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.” (2 Timóteo 4.7,8). E ainda dizer: “A ele, glória pelos séculos dos séculos”. Amém!